João Pessoa 2016

Não conhecia João Pessoa até então. Que agradével surpresa!

Estive em João Pessoa na Paraíba, entre os dias 12 e 18 de novembro de 2016. Foi o nosso torneio de Basquete Master, que todo ano, é disputado em uma das capitais do país.

Um voo direto tranquilo do Rio de Janeiro até João Pessoa, marcou o início da minha viagem.

Há muito o que fazer em João Pessoa, mas como estava disputando jogos de basquete, infelizmente não pude conhecer todas as suas belezas.

Fiquei hospedado no hotel Xenius, localizado de frente para a praia em Cabo Branco. Quando você for a João Pessoa, esse é o lugar para se hospedar.

 

A linda vista do nosso hotel em João Pessoa

Meu primeiro passeio foi em direção a Picãozinho. Piscinas naturais se formam na maré baixa e é possível avistar lindos peixinhos.

Veja as fotos que tirei em Picãozinho (sim, o nome é no mínimo estranho!)

 

Picãozinho em João Pessoa             Picãozinho em João Pessoa

 

No próximo dia de folga (quando não havia jogos) resolvi conhecer a Areia Vermelha. Muitos disseram que não era 'nada demais' e não recomendavam essa opção turística, pois tratava-se apenas de um' banco de areia na maré baixa'. Penso diferente: o barco navega por 15 minutos e chega, de fato, nesse banco de areia. Porém é um lugar muito bonito, feito pra se relaxar, tomar uma cerveja. Águas cristalinas esperam por você!

Fosse o mesmo atrativo localizado em algum país europeu, as pessoas dariam, sem dúvida, mais valor. As fotos confirmam o que penso do local:

Areia Vermelha em João Pessoa

 

Águas cristalinas na Areia Vermelha...

 

Areia Vermelha em João Pessoa              Almoço em Areia Vermelha

 

Era o ultimo dia disponível para passear. Por isso, logo após o passeio para Areia Vermelha, fui conhecer uma das atrações mais faladas de João Pessoa: o por do sol ao som do Bolero de Ravel.

Você tem a opção de assistir a apresentação (que acontece todos os dias do ano!) da margem do rio ou a bordo de um dos barcos que navegam pela região. Optei pelo barco. Um passeio de 30 minutos enquanto aguardávamos o músico aparecer. Ele surgiu as 17.45h e tocou até as 18.15h quando o sol se pôs. Um espetáculo imperdível!

 

Por do sol em João Pessoa          Bolero de Ravel em João Pessoa

Depois de passar perto da margem do rio e entre os barcos, a canoa se afasta e fica só. É o momento mais esperado: quando o sol de pões finalmente. Lindíssimo!

 Por do sol em João Pessoa

 

Ahh...e sobre os jogos de basquete? Bom, joguei pelo estado de Mato Grosso do Sul e perdemos todos os jogos. Ano que vem tem mais!